O case #fail da promoção do Orkut

Nos últimos meses, temos presenciado a Guerra das Mídias Sociais: desde 2004 o Orkut imperava e monopolizava tranquilamente. O My Space tentou, mais não foi forte o suficiente para derrubar a rede social do Google. O mesmo serviu para o Twitter, que apesar de apresentar o novo em 140 caracteres, não conseguiu desbancar o bom e velho Orkut.

Mas o cenário mudou a partir do último ano, quando o Facebook comecou a ganhar força no Brasil. Desde então o que temos visto é um verdadeiro êxodo de usuários do Orkut para o Facebook. Diante das ameaças de cair no ostracismo, o Google tentou invovar, tentando inserir novos aplicativos para modernizar o Orkut.

Uma dessas idéias, talvez a melhor delas na minha opinião, é o app Promova, onde usuários podem promover para seus amigos desde frases e comunidades até publicidade vendida pelo Orkut.

Mas, em se tratando de Orkut, nada é perfeito. Estava eu navegando pela minha pagina naquela rede social quando surgiu no Promova a boa propaganda da Melissa (se vc ainda não viu, veja no link ao final do post, vale a pena). Quando tentei promover a propaganda para os meus amigos, olha o que aconteceu:

promocao fail do orkut

Pergunta: é assim que o Orkut quer sobreviver a Guerra das Mídias Sociais? Se não consegue nem mesmo dar conta de um mísero algoritmo? Será que o Google+ vai se tornar mais uma central de bugs, assim como aconteceu com seu irmão mais velho?

Só uma frase: “Que feio servidor! Você não pode fazer isso!”

Comentem.

Link da boa propaganda da Melissa: http://youtu.be/znN4vKL8baA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s